3 de out de 2008

O Número, a Ordem em Tudo

De fato, toda a arquitetura da Divina Comédia é construída sobre combinações numéricas cabalistas. O poeta se refere à esse ordenamento na famosa citação:
"Ó homens que não podeis ver o sentido deste poema (canzone), no entanto, não o rejeites; mas observai sua beleza que é grande, seja pela construção, no que diz respeito aos gramáticos; seja pela ordem do discurso, no que diz respeito aos retóricos, e, seja pelo número de suas partes, no que concerne aos músicos."
Como sabemos, a música, assim como a arquitetura, a matemática, etc, nasceu como uma ciência mágica, resumindo em suas proporções as leis imutáveis da criação. Mesmo vulgarizada, nos tempos atuais, a música ainda preserva o encanto arcaico, pois ela sintetiza símbolos que podem ser percebidos tanto intelectualmente quanto emocionalmente pelo homem, integrando o objetivo e o subjetivo em simbiose perfeita.
E, por trás desse ordenamento, herança histórica, perfila-se todo o procedimento cabalista, confrontado na perspectiva do Hermetismo Cristão.

(Ver mais em: Dante, O Grande Iniciado - Uma Mensagem para os Tempos Futuros)

Nenhum comentário: